«Reinos maravilhosos» em Portugal

Miguel Torga, na sua obra Portugal, escreveu:

«Vou falar-lhes dum Reino Maravilhoso.
Embora haja muita gente que diz que não, sempre houve e haverá reinos maravilhosos neste mundo. O que é preciso, para os ver, é que os olhos não percam a virgindade original diante da realidade, e o coração, depois, não hesite.
O que agora vou descrever, meu e de todos os que queiram merecê-lo, não só existe, como é dos mais belos que um ser humano pode imaginar. Senão, reparem:
Fica ele no alto de Portugal, como os ninhos ficam no alto das árvores para que a distância dos torne mais impossíveis e apetecidos. Quem o namora cá de baixo, se realmente é rapaz e gosta de ninhos, depois de trepar e atingir a crista do sonho contempla a própria bem-aventurança.
Vê-se primeiro um mar de pedra. Vagas e vagas sideradas, hirtas e hostis, contidas na sua força desmedida pela mão inexorável dum Deus genesíaco. Tudo parado e mudo. Apenas se move e se faz ouvir o coração no peito, inquieto, a anunciar o começo duma grande hora. De repente rasga a crosta do silêncio uma voz atroadora:
- Para cá do Marão, mandam os que cá estão! …
Sente-se um calafrio. A vista alarga-se de ânsia e de assombro. Que penedo falou? Que terror respeitoso se apodera de nós?
Mas de nada vale interrogar o grande oceano megalítico, porque o nume invisível ordena:
- Entre!
A gente entra, e já está no Reino Maravilhoso.»
E termina:
«(…) Bateram-lhe realmente nas romarias, mas deram-lhe o maior bem que se pode ter:
O nome de Transmontano, o que quer dizer filho de Trás-os-Montes, pois assim se chama o Reino Maravilhoso de que vos falei».
Mas, se para Miguel Torga e tantos outros, Transmontanos ou não, Trás-os-Montes é um verdadeiro Reino Maravilhoso, não é menos verdade que em Portugal, de Norte a Sul e nas Ilhas, há muitos outros espaços, locais, paisagens, etc., que são verdadeiras maravilhas, muitas delas quase desconhecidas, porém sempre merecedoras de uma visita, mais ou menos demorada.
Este blogue pretende divulgar essas realidades, naturais ou humanizadas, através de textos e imagens originais ou retiradas (com adaptação ou não) de folhetos turísticos, monografias, etc.
O nosso principal objectivo é contribuir para divulgar o que de melhor, do ponto de vista turístico, há neste recanto da Europa, plantado à beira-mar, através da sugestão de passeios, circuitos ou itinerários turísticos, visitas, … para que, pelo menos, os Portugueses fiquem a conhecer mais do seu país!
Quem quiser colaborar, tem as “portas abertas”. Basta contactar-nos e enviar-nos o material para publicação. Mas a colaboração também pode ser, apenas, divulgando este blogue junto dos amigos e conhecidos.
De qualquer modo, desde já os nossos agradecimentos.

Sem comentários:

Enviar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...